26 de mai de 2015

Novo livro de A.F. Monquelat

O Livreiro, pesquisador e escritor Adão Fernando Monquelat é um nome que se destaca quando falamos de estudiosos da cultura e da história de Pelotas, o dono da livraria Monquelat além de seus livros vem nos brindando atualmente com grandes textos no site "Amigos de Pelotas". No site aborda assuntos sobre a praça do redondo, religião, hotelaria, começou a série de postagem com "A Aéropostale, Mermoz e Pelotas". Seu mais recente trabalho "Pelotas dos excluídos" foi um grande sucesso que agora chega em sua 2ª edição e junto lança seu novo livro intitulado "As praças de Pelotas e suas histórias [Século XIX]" pela livraria Mundial. Para quem curte Satolep vale conferir.


22 de mai de 2015

Reminiscências da Praça do Coronel (Carrinho do Sr. Nercy Franz)

Nos anos 70 (mais exatamente do dia 20 de dezembro de 1969) em diante este "Carrinho vermelho" (pequeno reboque puxado por um mini-automóvel) foi parte atuante da história da Praça Coronel Pedro Osório e da infância de tantas crianças da época. O senhor que guiava o carro distribuía alegria dando pirulitos a quem quisesse andar. A volta no "carrinho", que tinha capacidade de 12 crianças por vez, dava o direito a um pirulito. Toda essa memória se deve a um Sr. chamado Nercy Franz, que transmitia a sua felicidade aos passeios das crianças. Pura nostalgia! A diversão do seu Nercy foi mais ou menos até o ano de 1995. O vermelhinho foi vendido ainda em vida.

A pergunta que fica é "Onde estará o carrinho da Praça Coronel? Ele bem que caberia dentro do Museu da cidade de Pelotas. Ao que se sabe é que uma pessoa tem posse desse carrinho que fora restaurado, deve ser algum antigo apreciador que no carrinho andava suas tardes de domingo. 

A seguir reprodução de comentário feito neste post:
 Haviam dois pumas vermelhos e uma Lotus verde, que só esteve em serviço por uma semana enquanto os outros dois vermelhos estavam em pintura, aos fins de semana e feriados, um dos carrinhos fica na Praça Júlio de Castilho (Praça dos macacos), hoje Parque Dom Antônio Zattera. Quanto aos motores, haviam dois de reserva, mas que quase nunca eram colocados em serviço, pois raras as vezes que os carrinhos davam problemas! A única coisa que era chato pacas era o óleo que sempre lambuzava as "costelas" do motorista , fora isso tive em seu Nercy Franz, além de um ótimo patrão, um amigo e mestre. Saudades daquele tempo que não volta mais!!”

Abaixo quatro diferentes registro do Sr. Nercy Franz e seu carrinho da alegria. No primeiro momento uma foto do Sr. Vitor Hugo Lautenschlager de setembro de 1984, em seguida foto de Leni Oliveira, na sequencia outro momento registrado por Fran Dilli em 1980, por último foto que saiu em um Guia Turístico de Pelotas também de 1980.


Foto de Vitor Hugo Lautenschlager em 1984.
Passeios de domingo na praça duraram até meados da década de 90. Foto de Leni Oliveira.
O carrinho da Praça em 1980.Foto de Fran Dilli

Foto (editada) de Arthur Victoria Silva. Carrinho do Sr. Nercy anos 80.


Reprodução de página do catálogo "ETURPEL - ENFOKE: Guia Turístico de Pelotas. 1980". Exemplar pertencente ao IHGCL. Reprodução por Arthur H Capão Do Leão.

16 de mai de 2015

Dois momento do esporte pelotense

        Graças a fotografia e ao Sr. Nelcy Jambeiro (pai) temos dois momentos mágico do esporte de Pelotas registrados. A primeira foto mostra a partida entre Farroupilha e Brasil no campo do Bancário em 1954. A segunda foto também de Nelcy Jambeiro é torcida do Grêmio Atlético Farroupilha provavelmente da mesma década.

Farroupilha e Brasil no campo do Bancário em 1954. Acervo Nelci Jambeiro (Filho).

Torcida do Grêmio Atlético Farroupilha.Acervo Nelci Jambeiro (Filho).


12 de mai de 2015

Um momento no passado da XV de Novembro

Nesta foto (algum evento esportivo do Colégio Gonzaga) podemos ver toda a fachada da primeira filial das Casas Procópio na rua XV de Novembro, provavelmente década de 40 ou 50. A esquerda Fruteira Frios. Foto gentilmente compartilhada por Letícia Arraldi Boscatto.